quinta-feira, abril 30, 2009

Há sempre alguém que diz não!


Seguro vota contra alteração à lei do financiamento dos partidos

8 comentários:

António Costa disse...

Rui
Cuidado com as conotações, o Poema é, no entender de alguns,de um perigoso agitador que só quer prejudicar o PS.

Vera Santana disse...

Rui,

Bem postado, sim senhor! Gosto do Poema, do Poeta, do Interprete-cantor. A cançaõ dá-me sempre alento, quando a ouço. Fica bem a findar Abril.

António Costa,

Falo com um Sol e com uma Lua? . . . Pois então:

A sua frase é pleonástica. A Poesia, como a Paixão, é sempre disruptiva. Por isso ambas são perigosas, ambas agitam, ambas fazem perigar os status quo. Quem agita e quem se deixa/quer agitar é porque vive.

Vera Santana disse...

Errata:

onde está cançaõ leia-se canção

António Costa disse...

Muito bem Vera Santana, descodificou o meu comentário.

Cumprimentos.

Pedro Miguel Cardoso disse...

O Rui tem alma de Abril!

Excelente poema e canção.

Vera Santana disse...

Estou totalmente contra a lei que permite aos partidos o aumento de gastos em campanhas políticas!

Os partidos que façam a gestão da crise como têm de a fazer os trabalhadores que não são aumentados, os que são despedidos de um dia para o outro, os desempregados de longa duração, os pensionistas, os pequenos patrões que vão à falência. Todos estes têm famílias para sustentar; famílias de carne, osso e sangue que necessitam de comida, de roupa e de habitação.

Já as famílias dos partidos alimentam-se de outras vitualhas!

A crise poupa os partidos? AS organizações partidárias safam a própria pele antes de salvarem o barco de se afundar?

Estranhos capitães, os de abril de 2009!

Pedro Sá disse...

Eu quase que aposto as minhas partes baixas que isto é a moeda de troca pelo voto do PCP no Prof. Jorge Miranda para Provedor de Justiça numa segunda votação. O PCP nunca se vende barato.

Vera Santana disse...

Pois. Só fui uma vez à Festa do Avante, há muitos anos. Por militância, nunca mais lá fui. Nem tenciono ir.

Como se curte bué, muita malta vai à Festa do Avante. Assistir, comer, beber; representar, cantar, tocar. Espero que estejam muito arrependidos e boicotem a Festa do Avante, a partir de agora.

De qualquer modo o capitão Jerónimo terá negociado com alguém esta lei que deixa aumentar os gastos partidários em campanhas.

Pesquisar neste blogue