quinta-feira, setembro 29, 2011

Erro de análise


O regime preferido dos comunistas portugueses é a democracia da Coreia do Norte...

Sobre a entrevista de ontem

Penso que a nova sede do Governo é muito mais imponente que a anterior. Passamos de um anexo de um palácio (a chamada residência oficial de São Bento), a um palácio imponente, que nem sequer tem o nome de um santo, o que sempre ajuda numa República que se diz laica.

Agora, o chefe do Governo passar a designar-se Presidente da República, não sei se concordo...



terça-feira, setembro 27, 2011

Os amigos do Coelho

Muito se disse sobre a entrada de Jorge Coelho na Mota-Engil. A ele, e às suspeitas de tráfico de influências (na praça pública, que nos tribunais, que se saiba, nada está) se atribui o sucesso dos últimos anos.


É uma curiosidade que me assiste!

Devido a quê?

Já começa a cansar referir estas pequenas coisas: Afinal existe uma conjuntura internacional - nomenclatura usada actualmente para não dizerem crise internacional como dizia o outro - que prejudica o país e que obrigará Portugal a uma recessão mais profunda do que a inicialmente prevista.
Depois de se ter criticado durante dois anos o anterior governo pela crise do país, afirmando categoricamente que a crise era portuguesa e não internacional, vêm agora afirmar que "as pessoas em Portugal não vêem o que se passa no dia a dia lá fora"?
Depois de se ter criticado durante dois anos o anterior governo pela crise do país, afirmando categoricamente que a crise era portuguesa e não internacional, vêm agora afirmar que "as pessoas em Portugal não vêem o que se passa no dia a dia lá fora"?

A pergunta que se impõe é: Até há três meses atrás vocês estavam em que grupo de pessoas? No grupo de pessoas que "não vêem o que se passa no dia a dia lá fora" ou simplesmente nos mentirosos?

Não foi no Medio Oriente, foi no Canadá

Canadá: Parlamento ‘retira’ decote a deputada

A seguir tapam-lhe a cara?

À atenção do Primeiro-Ministro


Como, independentemente da oposição que se possa fazer às políticas deste governo, todos queremos o melhor para Portugal, achamos que devemos chamar a atenção para as declarações de um conhecido incendiário social deste país, não vá 'o diabo tecê-las':


segunda-feira, setembro 26, 2011

Proposta do PSFaul para os transportes públicos

A proposta do PS Faul prevê que a Carris, o Metropolitano de Lisboa e as linhas da CP de Cascais, Sintra e Azambuja sejam concentradas num único operador, ao qual se deverão juntar as empresas municipais de estacionamento.
“A titularidade desta nova empresa deverá passar para a autoridade metropolitana de transportes”, entidade que passaria a ser governada pelos municípios.

Pode ver toda a comunicaçao da conferência de imprensa aqui.

Pequenos apontamentos sobre o clássico...

Muito já se falou sobre o clássico, quase tudo sobre futebol, o que se saúda. No entanto, não queria deixar passar três apontamentos:
  1. Muito se disse que o posicionamento de Alex Witsel fez com que o Benfica jogasse recuado principalmente no primeiro tempo, mas não vi ninguém a comentar o jogo de João Moutinho (a.k.a. Noddy, a.k.a. Maçã Podre). Será que o jogo ofensivo menos conseguido de Witsel não terá nada a ver com o desaparecimento de Moutinho no passado jogo de sexta-feira?
  2. Muito se disse do desaparecimento de Hulk do jogo a meio da primeira parte, ao contrário de Álvaro Pereira que a partir desta altura começou a aparecer mais (embora sem a pujança de outras alturas) no apoio ao ataque. Será que a passagem de Nolito da direita para a esquerda a meio da primeira parte foi só uma coincidência?
  3. A comunicação do F.C. Porto conseguiu, mais uma vez e à semelhança do que se passou em Guimarães no passado ano (quando Villas Boas reclamou com um penalty inexistente para pedir desculpa pelo erro passado cinco dias mas evitando discutir um outro penalty, este existente mas não assinalado, a favor do Vitória de Guimarães) por toda a comunicação social a debater o lance entre Fucile e Cardozo, mas ninguém falou da tentativa de agressão de Hulk a Maxi Pereira com uma cabeçada - um pequeno parentesis para dar os parabéns ao departamento de comunicação do F.C. Porto que consegue manietar muito bem a comunicação social. Será que não há um jornalista que pergunte ao Hulk se, em sete anos que leva de profissional de futebol, alguma vez viu uma tentativa de agressão passar sem qualquer tipo de admoestação?
É só...

IV Reich?


Fiquei curioso onde (geograficamente falando) foi dada esta entrevista... Em Nuremberga?

sexta-feira, setembro 23, 2011

Em estágio

Inovações Passistas: Institutos Públicos Mortos-Vivos

O Instituto Português da Juventude, apesar de já ter sido decretada a sua extinção, continua a contratar pessoal.

E nós pensávamos que a Grécia e a Madeira é que ocultavam dívidas

A dívida pública alemã pode ser três vezes e meia superior ao anteriormente estimado.

Escusado será dizer que, a confirmarem-se estas notícias, o Euro está morto.

A qualidade oratória dos nossos parlamentares ofusca-nos

Especialmente quando plagiam textos de outrem

Exemplo de que este governo pode aprender

Paulo Portas já deixou de usar o fato de passeio nas deslocaçōes oficiais.



terça-feira, setembro 20, 2011

Senhoras e senhores, o Primeiro-Ministro de Portugal

"Venderemos as empresas públicas, nem que seja por um euro".

"Não venderemos as empresas públicas a preço de saldo".

Estas duas frases foram ditas por Passos Coelho hoje, na entrevista à RTP, e com dois minutos de diferença.

 

Estamos entregues aos bichos

Conselho de Ministros não se reúne devido à ausência de quatro membros do executivo.

Secretário de Estado falta a audição parlamentar, deixando deputados estupefactos.

Como uma desgraça nunca vem só...

O governo esloveno acaba de cair, por ter perdido uma moção de confiança no Parlamento.

Como o calendário eleitoral eslovaco só permitirá eleições em Dezembro, ou adiamos até aí a ractificação da expansão do fundo europeu de estabilidade financeira, ou a Eslovénia não participa (algo que eles devem ter pena...).

Veremos como cairá isso na Alemanha...

segunda-feira, setembro 19, 2011

O estado do futebol português

No próxima sexta-feira defrontam-se Porto e Benfica, as duas equipas que estão empatadas na liderança do campeonato.

Em qualquer campeonato normal, os comentários nas redes sociais, antes do jogo, seriam esmagadoramene sobre as forças e fraquezas de cada equipa, numa tentativa de antecipar o resultado.

Em Portugal, especula-se maioritariamente sobre qual será o árbitro nomeado para impedir que o Benfica tenha hipóteses de ganhar...

Caso alguém esteja interessado, o principal candidato parece ser o "Olarápio".

Palavras para quê. É isto o que os portugueses pensam do seu futebol profissional.

O passo seguinte

Se isso não resultar, Mira Amaral deverá defender a reimplementação da escravatura...

Nós somos a Grécia

Eu não sei se já passou pela cabeça dos "iluminados" aqui do burgo, mas a confirmar-se a notícia de que o Presidente da República, e a Procuradoria-Geral da República, sabiam há pelo menos dois meses que a Madeira tinha falsificado as contas, Portugal será igual à Grécia.
Ou seja, autoridades nacionais terão conspirado para ocultar do Banco de Portugal, do INE, e da UE, o real estado das contas públicas nacionais.
Num país decente, a confirmarem-se estas notícias, já teríamos demissões ao mais alto nível.
Mais grave que isto, é díficil de imaginar...

sábado, setembro 17, 2011

Inovaçōes passistas

Mais uma excelente medida de Passos Coelho, esta de ter a primeira administração da Caixa Geral de Depósitos completamente governamentalizada.

É muito mais fácil criar consensos e concórdia..

Obrigado Passos.

A propósito, quem eram aqueles que diziam que o modelo Chairman/CEO ia resultar desta vez na CGD, por causa das pessoas envolvidas? Pois...





Para pagarmos a dívida oculta de Alberto João Jardim...

Temos um cardápio interessante:

a) cortar a outra metade do subsídio de Natal

b) aumentar a taxa máxima do IVA para 25%

c) passar a taxa intermédia do IVA (13%) e alguns bens da taxa reduzida (6%) para a taxa máxima

Digam lá que não é um gosto pagarmos a reeleição de Alberto João Jardim?

Obrigado Passos. A tua reacção firme a este crime, é uma inspiração para todos nós.

quinta-feira, setembro 15, 2011

E agora... uma cena Geek! (1)

Um grande azar

Este povo tem azar. Com uma crise internacional (desde fim de Junho) e nós sem ricos neste país. Se tivessemos ricos poderiamos chegar à mesma conclusão que Warren Buffett ou os franceses ricos.

Mas como nós não temos ricos, só trabalhadores, não podemos ter medidas destas, como a vizinha Espanha, que contribuíriam com receitas extraordinárias para o estado sem penalizar as classes mais baixas e o consumo (que dizem ser o motor da economia)

quarta-feira, setembro 14, 2011

Mau sinal d'O Novo Ciclo


Seguro diz também que não vê razões para que não haja uma votação expressiva após um "congresso que reforçou fortemente a unidade do partido e estabeleceu uma agenda política clara".

Pois eu vejo uma razão. E bem forte! Ricardo 'Manitas de plata' Rodrigues. Depois da história com os gravadores dos repórteres da revista Sábado, é incluído como vice-presidente do grupo parlamentar do PS.

Estou curioso de ver o que estará escrito no 
Código de Ética que o Partido Socialista vai adoptar para o exercício de funções públicas.


P.S. - Noto também que certos nomes desapareceram da direcção. E chama-me a atenção nomes de uma certa geração. Mas isso é assunto para ir acompanhando...

A força de uma carta

É pública a opinião de António José Seguro no que respeita à União Europeia. É favorável a uma maior integração política no seio da mesma, sendo um federalista confesso.

Também é público que o recém-eleito Secretário Geral do PS enviou uma carta a todos os líderes dos Partidos integrantes do Partido Socialista Europeu para os "sensibilizar" para esta questão.

As notícias que vinham do SPD alemão, no que respeita à União Europeia, não eram as mais favoráveis a quem defende o federalismo da União Europeia. Não deixa de ser uma agradável coincidência que, após o congresso do PS, surja uma notícia deste calibre:

Claro que Sigmar Gabriel não mudou de opinião devido a uma carta do Secretário Geral do Partido Socialista, mas que os timmings são interessantes, lá isso são!

segunda-feira, setembro 12, 2011

O adversário do PCP

Todos nós ouvimos o discurso constante do PCP: "Contra as políticas de direita" e chavões afins. Acontece que a prática do PC, desde o a administração central às administrações locais, demonstram bem que este discurso não acompanha a prática deste partido.

De facto, embora o chavão recorrente seja contra a política de direita, o PCP tem, na realidade, como adversário não as políticas de direita mas sim o PS. É fácil encontrar vários exemplos na acção dos seus dirigentes e militantes desta prática recorrente, contrária ao discurso praticado. Foi assim ao contribuírem para a queda do último governo do PS, por exemplo, para não ir mais longe.


Como o governo já não é PS, parece mal que se façam manifestações.

Assim não é possível convergência com (esta) esquerda!

Nota: Não estou a apelar que se façam  manifestações só porque sim, retirando dessa forma força às mesmas. Pretendo apenas notar que a prática dos dirigentes e militantes do PCP é diferente perante governos PS e governos de outras cores partidárias (mais à direita) quando as situações são as mesmas.

quarta-feira, setembro 07, 2011

A agricultura em grande destaque


Um dia até conseguiremos ver medidas referentes às pastas do ministério de Assunção Cristas. Não percamos a esperança: Esse dia há-de chegar!

Madeira representa 98% da dívida administrativa das ilhas

Fica aqui o copy/paste com o respectivo link para a notícia do jornal Sol:
Segundo a Direcção Geral do Orçamento, as regiões autónomas surgem no terceiro lugar da tabela de devedores, com pagamentos em atraso no montante de 634 milhões de euros. O Governo Regional dos Açores vem agora sublinhar que 98,5% deste valor é da responsabilidade da Madeira.



Do valor total em dívida (634 milhões de euros), apenas 1,5%, ou seja, 10,9 milhões, se refere à dívida nos Açores, esclarece em comunicado o Governo daquela região autónoma.


O Governo sublinha que os Açores têm «uma dívida administrativa insignificante» que, em termos absolutos, representa apenas 0,0025 da dívida do país e é «65 vezes inferior à da Madeira».


No esclarecimento, é ainda sublinhado que, como confirma o relatório da Direcção Geral do Orçamento, o prazo médio de pagamentos pela Administração Regional nos Açores é de 21 dias, enquanto na Madeira este prazo situa-se nos 189 dias.




sábado, setembro 03, 2011

Sobre a privatização da RTP

Se já sabemos que:
  1. O canal 1 vai ser privatizado
  2. O mercado vai baixar ainda mais os preços pelos espaços publicitários
  3. A privatização vai para a Ongoing
  4. O canal 2 é, quase unanimente considerado, o espaço de serviço público por excelência
Pergunto:

O que anda a fazer a comissão nomeada pelo governo para o serviço público?

3a Sessão Da Redução Histórica Da Despesa Pública

Aqui



sexta-feira, setembro 02, 2011

De tirar o chapéu: Passos Coelho dá uma (quase) entrevista a Fernanda Câncio no DN

Ora vejam.



Grécia: Sempre a cair no abismo

Mas a situação mais grave é, naturalmente, a da Grécia. O país foi sobressaltado com duas péssimas notícias: as políticas de austeridade conduziram a uma recessão este ano superior à prevista - 5% de quebra do produto interno bruto (PIB) grego, em vez de 4,5% - e "a dívida grega está fora de controlo", segundo um recém-criado organismo de monitorização do orçamento, formado por analistas independentes.

A divida pública já terá atingido os €350 mil milhões (150% do PIB) e o défice orçamental o montante de €15,5 mil milhões no final do 1º semestre (93% do objectivo para todo o ano de 2011). A recessão deste ano soma-se a uma quebra acumulada de 6,5% em 2009 e 2010.

Esta manhã o governo grego e a troika decidiram suspender as reuniões de avaliação da situação e adiar o recomeço dos encontros para 14 de setembro. Segundo a analista grega Matina Stevis, os "problemas políticos" em questão, alegados pelo ministro das Finanças de Atenas, Venizelos, deverão orbigar a "intervenção" do Eurogrupo dentro em breve.




quinta-feira, setembro 01, 2011

A euforia palerma tem destas coisas

500 mil euros pela venda de Postiga.

Sim senhor. Um excelente negócio para o Sporting. Não haja dúvidas.

P.S. - Já sabemos se a FIFA autoriza a venda de Yannick fora de horas? Mais um negócio bem feito, sem dúvida.



Pesquisar neste blogue