terça-feira, setembro 28, 2010

:D

Nem tampouco o teu salário, bolsas, etc

"O sociólogo António Barreto afirmou segunda-feira à noite, em Coimbra, que os direitos dos cidadãos inscritos na Constituição Portuguesa "não são compatíveis" com o período de crise económica que o país atravessa."

Começamos por cortar o teu salário, bolsas, etc... Tudo aquilo que o estado te paga. Se calhar era um bom princípio para começar a controlar a despesa pública.

P.S. - Este senhor doutor alguma vez foi socialista? Parece-me que só nos andou a enganar...

Quando o mundo está errado.

A OCDE veio defender o aumento de impostos em Portugal, para atingir as metas da consolidação orçamental. Não sendo uma boa notícia (aumento de impostos nunca é uma boa notícia, a menos que seja para pagar novos serviços ou o aumento de qualidade dos actuais) não deixa de ser curiosa a reacção dos conselheiros económicos do PSD e do seu líder.

Não tendo ainda reparado, ou mantendo-se calados em relação a, no problema surgido na Irlanda que aplicou a cartilha por estes economistas defendida e cujo resultado foi o seu ainda maior afundamento económico no que toca a défice, vêm agora criticar a OCDE.

Faz lembrar a anedota da mãe que vai ver o juramento de bandeira do filho e estando este com o passo trocado em relação a todo o pelotão, exclama orgulhosamente "O meu filho é fantástico! É o único que vai no passo certo!"

segunda-feira, setembro 27, 2010

Aqueles que não estão parados à espera que o futuro os ultrapasse!

“China is doing moon shots. Yes, that’s plural. When I say “moon shots” I mean big, multibillion-dollar, 25-year-horizon, game-changing investments. China has at least four going now: one is building a network of ultramodern airports; another is building a web of high-speed trains connecting major cities; a third is in bioscience, where the Beijing Genomics Institute this year ordered 128 DNA sequencers — from America — giving China the largest number in the world in one institute to launch its own stem cell/genetic engineering industry; and, finally, Beijing just announced that it was providing $15 billion in seed money for the country’s leading auto and battery companies to create an electric car industry, starting in 20 pilot cities. In essence, China Inc. just named its dream team of 16-state-owned enterprises to move China off oil and into the next industrial growth engine: electric cars.“



Thomas L. Friedman (NYT).

Setting the record straight: Sobre o adiamento do TGV Lisboa-Poceirão

"A diferença entre os dois deve-se ao facto do governo ter procurado minimizar os custos de financiamento, reafectando fundos europeus que, face ao adiamento das linhas Lisboa-Porto e Porto-Vigo, corriam o risco de não ser executados."



"um concurso que poupa cerca de 800 milhões de euros (250 do troço adiado + aprox. 530 resultante da reafectação de fundos europeus) devia ser uma excelente notícia para o país, pois permite o arranque de um importante projecto de investimento, ao mesmo tempo que reduz as necessidades de financiamento nacional em cerca de 75%. Bizarramente, não é."



João Galamba

sexta-feira, setembro 24, 2010

Stephen Colbert no Congresso Americano

Convidaram Stephen Colbert para falar no Congresso. A sigth to see!

Se fosse cá era cunha...

Manuel Pinho está, actualmente, a leccionar nos Estados Unidos, na Universidade de Columbia. A experiência do ministro no que toca a energias renovaveis foi aproveitada para leccionar nesta universidade


Se o mesmo emprego fosse obtido aqui no nosso Portugal, seria certamente razão para,que de todos os quadrantes, o atacassem. E, certamente, não escaparia à crítica, sempre tão fácil, de "cunha" para ter obtido o emprego de professor de mestrado naquela universidade americana.

E depois admiramo-nos que os nossos melhores quadros saiam do país.

terça-feira, setembro 21, 2010

A Europa debate como evitar uma nova crise financeira

Excelente artigo no NYTimes (que estranho ser num jornal americano... pensando bem, não será assim tão estranho!) sobre o que está em discussão, na Europa, para evitar uma nova crise financeira. Ficam algumas passagens (o artigo pode ser lido aqui).

"The sovereign debt crisis showed the inherent problems of running a currency union without central fiscal authority. Yet sovereign countries are reluctant to hand over politically tricky tax and spending policy to an unelected committee."

(...)

"One alternative being discussed would be to withhold so-called structural and cohesion funds, which are allocated by Brussels primarily to the bloc’s poorer nations. Mr. Strauss-Kahn also suggested that fines could be “smoothed” over time by trimming such transfers."

(...)


"There also has been a suggestion of suspending political voting rights for countries that breach budget limits.(...) But officials worry about the political fallout and whether Paris or Berlin would be willing to apply the sanction to themselves."


(...)

"One involves how to calculate the level of debt. Several of the union’s newer member states argue that pension obligations must be considered when calculating debt levels. Italy is pressing for private as well as public debt to be taken into account."

(...)

"David Clark, a former adviser to the British government on European affairs, said tinkering with the current rules would only prolong the “inherent instability” of the economic and monetary union.

He said a fundamental problem needed to be addressed, formally or informally: how to “rebalance” the euro zone’s structure. Currently, he argued, Germany’s export-oriented economy is accruing the benefits, while poorer neighbors are being forced to retrench."


segunda-feira, setembro 20, 2010

De Salvador (dali . . . ) para Christine (o´donnel . . .)

E quem é Christine? É a mulher americana que quer acabar de vez com o "amor-próprio", dela e dos outros, ou não fora uma representante do "Tea-Party". . .




" O G+++++ M++++++++++ "

E qual é o título desta obra de Salvador Dali? Se não sabe, tente adivinhar completando as letras que faltam. Se ainda assim não chegou lá, procure na net. . .

O complot internacional para desmentir a direita portuguesa

É inevitável a entrada do FMI? Há uns meses pensava que não, mas agora, sinceramente, acho que é.
Bagão Félix, hoje, ao Diário Económico.

FMI, hoje, para quem o quiser "ouvir"
É chato, esta coisa das instituíções internacionais desmentirem categoricamente o cenário que a direita, com tanto trabalho, andou a montar.

sábado, setembro 18, 2010

Há outro argumento também muito batido

Há outro argumento também muito batido, Nuno. É estar sempre a falar na Maçonaria.

A Irlanda fez tudo o que a direita apregoua. Expliquem lá porque não funcionou.

Para quem acompanha a blogosfera nacional, sabe que a solução apresentada pela direita bloguista é, básicamente, a imagem que emana do projecto de revisão constitucional do PSD. Sejam 31’s, blasfemos ou alguns fumadores (entre outros) o problema está no Estado e na presença deste na economia. Até há pouco tempo, a Irlanda foi-nos apresentados por vários representantes destes blogues como um exemplo de como se deveria combater o problema da dívida externa.

E é verdade, a Irlanda fez tudo o que estes senhores apregoam. Fez cortes, baixou salários, the works.

Assim, como explicam os doutos senhores “donos” dessa solução milagrosa que, ontem, quer a Irlanda quer o FMI tenham vindo a público desmentir a intervenção daquela organizaçãr naquele país? Expliquem lá como é que “A combination of costly bank bailouts, anemic growth and the worst budget deficit in the European Union has stoked fears of a full-blown debt crisis in Ireland”? A solução não era óbvia? Não eramos nós, os mauzões dos socialistas, que não queriamos ver o que o Mundo (excepto os EUA) já tinha visto?

Pois é. Afinal parece que estavam errados. Parece que, afinal, não há uma solução milagrosa. Vamos lá “arregaçar as mangas” e trabalhar um pouco mais.

quinta-feira, setembro 16, 2010

Oeiras mais à frente!

"Vem nos jornais: Ezequiel Lino, adjunto de Isaltino Morais, terá cuspido e mordido em agentes da PSP, indignado por terem rebocado o carro da filha, muitíssimo bem estacionado numa passadeira para peões na rua José Diogo da Silva, em Oeiras...
O autarca foi detido depois de agredir a pontapé e à dentada um agente da autoridade dentro da própria esquadra. Não sabemos o paladar do bracinho do policia, que Ezequiel poderá ter confundido com picanha argentina. Mal passada, claro. Segundo a notícia lida aqui, antes da dentada fatal “o autarca tentou dar um murro no nariz do agente”. Ezequiel é homem que, quando lhe tocam na propriedade, perde as estribeiras e não anda longe de Rambo, por isso “foi necessário chamar reforços para travar a fúria”. Terá sido nesse momento, depois de algemado, que o autarca cuspiu sem dó nem piedade sobre a autoridade...
Está explicado o slogan de Oeiras, “marca o ritmo”. Marca à dentada um novo ritmo a murro e pontapé.
Está explicada a iniciativa “Marginal sem carros” marcada para domingo – trata-se de uma manobra preventiva promovida pela PSP. Nunca se sabe de onde virá a próxima cuspidela.
Por fim, está explicada a frase de campanha de Isaltino para vencer a Câmara: “Oeiras mais à frente”. Na verdade, mais à frente em matéria de cidadania e respeito seria difícil.
Lá está: de cada vez que começo a pensar em entrar no mundo da ficção levo uma dentada de realidade. E amanso.
"

Pedro Rolo Duarte, no seu blogue

PES General secretary speaking on FTT

A tradição já não é o que era!

Papa
Hoje, no serviço noticioso matinal da RTPN, a locutora informou-nos que o Papa estava a chegar ao Reino Unido para efectuar a "tradicional visita que há mais de 500 anos que não é efectuada".


Estranho conceito de tradição, este...

quinta-feira, setembro 09, 2010

Fidel, o último grande traidor

Certamente que este senhor vai ser expulso do PCP.

"Fidel: 'Cuban Model Doesn't Even Work For Us Anymore'"

Ajudinha para o Processo Casa Pia

Embora seja o meu ganha pão, neste caso abro uma excepção e dou uma ajudinha ao Processo Casa Pia.

Sigam as instruções abaixo indicadas e enviem lá o processo em PDF aos advogados quer das vítimas, quer dos réus.


Ecran de Word com o caminho para gravar em PDF















(Clique na figura para aumentá-la e ver melhor a ajudinha)

sábado, setembro 04, 2010

Casa Pia

Depois do circo mediático de ontem, em relação ao caso Casa Pia, ficámos a saber que sete dos réus foram considerados culpados em vários dos crimes de que eram acusados. De todo este circo, este e o anúncio dos recursos por parte dos condenados são os factos objectivos a retirar. Tudo o resto foi circo.

Entretanto houve, como também é comum nestes casos, programas de análise e opinião sobre o assunto. Assisti , quicá com uma pitada de masoquismo, ao programa da SIC Notícias, com Mário Crespo como moderador, Felícia Cabrita, Pedro Namora, Adelino Granja e o professor Américo Henriques. Neste programa, ficou claro quem tem uma agenda política no caso e quem "está" no caso pela juistiça que, diga-se, deve ser desejada.

Como sempre, Pedro Namora e Felícia Cabrita insistem no ataque ao Partido Socialista. Falam no PS de forma genérica e usam Paulo Pedroso, a quem atacam de uma forma particular, para perseguirem os seus intentos políticos. Namora chega mesmo a perguntar se estas testemunhas são agora credíveis porque não o foram quando Paulo Pedroso foi considerado inocente e ganhou o processo ao estado, perante a inércia de um dos maiores embustes como jornalista/apresentador/moderador deste "debate". E digo inércia porque, tendo Pedro Namora entrado por este caminho, pôs-se a jeito para que lhe perguntassem se estas vítimas, ontem reconhecidas como credíveis como tal naqueles processos pelo tribunal, foram credíveis quando envolveram o nome de Herman José indicando datas de quando este estava no Brasil ao serviço da casa onde Pedro Namora debitava o seu ódio ao PS. Mas claro que pode-se sempre contar com a inércia de Mário Crespo, quando esta convém.

No entanto, e mesmo após este circo mediático de ontem (mais um), continuo sem perceber uma coisa: com tantos casos e anos de abuso, agora comprovados nestes casos, nunca, mas mesmo nunca, houve raparigas vitímas de pedófilia? Foram sempre rapazes as vitímas?

É que me custa a crer que este caso, em toda a sua amplitude, seja exclusivamente de pedofilia homossexual. Mas é esta que somente esteve em julgamento, estando agora em recurso.

sexta-feira, setembro 03, 2010

A influência internacional do governo de Portugal

Carlos Queirós anda a dizer a quem lhe quiser ouvir que a questão levantada e julgada pela Autoridade Antidopagem de Portugal é uma questão política (para os mais esquecidos, incautos ou distraídos, lembre-se que Carlos Queirós é militante social-democrata).

Esta foi a pedra de toque para que todos aqueles com afinidades partidárias iguais deixassem de falar no caso de forma, digamos, envergonmhada e começassem a apregoar loas em relação ao processo. A afirmação de Queirós serviu-lhe como uma boa dose de doping.

Ora o que o fantástico professor não estaria à espera, nesta sua caminhada para mártir da pátria, era que a FIFA viesse afirmar que a Autoridade Antidopagem de Portugal é "representante em Portugal da AMA [Agência Mundial de Antidopagem]" recusando, portanto, intervir.

Presume-se que o passo seguinte do professor e dos seus alunos seja explicar a todos nós, numa entrevista num canal televisivo (quiçá efectuada por Manuela Moura Guedes ou Mário Crespo) que a conspiração do governo português é enorme e que a influência do mesmo é tanta que já conseguiu subverter a FIFA.

Morreu o Bom Gigante

quinta-feira, setembro 02, 2010

E quando pensavamos que a loucura já era grande

De acordo com Bacelar Gouveia, a comissão de redacção final do projecto de revisão constitucional do PSD, órgão ao qual pertence, «nunca reuniu», pelo menos com a sua presença.



«Criou-se uma comissão de redacção final de quatro pessoas que nunca reuniu. Só os quatro, não. Só se reuniu sem a minha presença», disse o social-democrata, referindo que os outros três membros dessa comissão são Paulo Teixeira Pinto, Calvão da Silva e Assunção Esteves.



Palavras para quê?



É o “Novo PSD”!

Realmente, este projecto de revisão constitucional vai ficar para a história

Lisboa, 02 set (Lusa) -- O deputado social democrata e constitucionalista Jorge Bacelar Gouveia criticou hoje o processo interno de elaboração do projeto de revisão constitucional do PSD e defendeu que este deve ser levado para consulta ao grupo parlamentar.



Em declarações à Agência Lusa, Bacelar Gouveia queixou-se de ter visto todas as suas ideias recusadas pela comissão de revisão constitucional e defendeu que o projeto do PSD não deve ser apresentado formalmente sem antes haver uma consulta aos deputados do partido.



Uma dúvida: Bacelar Gouveia, como deputado eleito do PSD, não tem assento no Conselho Nacional do partido? O mesmo Conselho Nacional que em 22 de Julho tinha aprovado este projecto? Proveniente de uma comissão de especialistas que consideraram não se rever no texto que foi objecto de aprovação no Conselho Nacional social--democrata!



Mas a São Caetano à Lapa estará a funcionar na “Twilight Zone”???



Se não fosse uma matéria que envolvesse o maior partido da oposição numa total incompetência sobre o maior poder que a AR possui, o de alterar a Constituição da República, todo este processo daria para rir às gargalhadas.



Bem, admito que muita boa gente para os lados do Rato estará a chorar de riso em privado...



Que continue assim o “Novo PSD”!



O seu projecto de destruição do Estado Social realmente não poderia ter um melhor processo de apresentação pública.



Pelas primárias para escolher o candidato do PES a Presidente da Comissão Europeia

Bandeira da União Europeia
Como sabem (e se não sabem, ficam a saber) está a haver um debate no seio do PES (Partido Europeu Socialista) sobre como decidir o próximo candidato do PES a Presidente da Comissão Europeia. Uma das propostas, apresentada por destacados membros do PES Activists (e um deles - o José Reis Santos - escreveu por aqui em tempos) é efectuar esta nomeação por eleições primárias nos vários partidos pertecentes ao PES.

Podem dar uma leitura às notícias sobre isto no NewEurope, no EUObserver, no site do PES, no blog Campaign for a PES Primary criado para o efeito, ou no blog do PES Activist Portugal.

Pesquisar neste blogue