sexta-feira, novembro 06, 2009

Inacreditável

Estamos no século XXI. Por estarmos num século, digamos, avançado, isto é algo que eu esperava ler somente nos livros de História. Mas não. Passou-se no Texas, esta madrugada.

Um homem de 32 anos foi executado esta madrugada (horas locais em Lisboa) após um julgamento controverso no qual o júri recorreu ao Antigo Testamento para decidir a pena de morte.


A luta contra o fanatismo religioso ainda tem grandes combates.

3 comentários:

Vera T. Santana disse...

A notícia é demasiado sumária para se prestar a qualquer comentário.

Paulo Dias disse...

Não percebi que tivessem recorrido ao Novo Testamento para decidir a execução. Em qualquer dos casos, concordo que eles sejam fanáticos, é o que faz a ignorância...
Nós por cá, já fomos mais, embora nunca ao extremo de propor a lei de morte...

Patrícia Castelo disse...

Concordo com a Vera. Qualquer conclusão que tiremos tem de partir de premissas imaginárias que podem ser inverosímeis.

De qualquer forma a notícia é uma chamariz para estarmos atentos a estas questões e procurarmos mais informação. Afinal de contas, caso seja o caso, temos de apontar o dedo ao país que se afirma como a maior economia do mundo.

Pesquisar neste blogue