terça-feira, julho 14, 2009

Liberdade, Igualdade, Fraternidade

2 comentários:

Vera T. Santana disse...

A Liberdade Guiando o Povo (1830) quadro que o estado francês adquiriu e que é considerado, por alguns, excessivamente panfletário. A bandeira francesa tremulando nas mãos de uma liberdade resoluta e destemida, prestes a saltar da tela, continua a impressionar e a ilustrar o 14 Juillet, a Festa Nacional Francesa.

O seu autor, Eugène Delacroix - (26 de Abril de 1798, Saint-Maurice — 13 de Agosto de 1863, Paris) foi o mais importante pintor francês do Romantismo. Na sua obra convergem a voluptuosidade de Rubens, o refinamento de Veronese, a expressividade cromática de Turner e o sentimento patético de Géricault. O pintor, que como poucos soube sublimar os sentimentos por meio da cor, escreveu: "...nem sempre a pintura precisa de um tema" afirmação vital para a pintura das primeiras vanguardas.

Pedro Miguel Cardoso disse...

A Santíssima Trindade em que acredito.

Pesquisar neste blogue