sexta-feira, junho 26, 2009

Eleições poupadas ou eleições democráticas?

Quatro eleições simultâneas? Recuso participar numa mesa de voto

Fina d'Armada


As eleições autárquicas não são UMA, mas TRÊS. Os eleitores votam em três impressos com candidatos e símbolos em posições diferentes. Só quem desconhece o que é uma mesa de voto pode defender 4 eleições ao mesmo tempo!
Presidi a uma mesa, na freguesia de Rio Tinto, Gondomar, nas últimas autárquicas. A freguesia tinha 32 mesas de voto para mais de 36 mil eleitores, cerca de 1100 eleitores por mesa. Na minha, votaram 800 e tal. Fiz as contas e durante as 11 horas de abertura, deu 45 segundos para cada eleitor. Foi um pandemónio, sobretudo quando chegavam autocarros trazendo os idosos dos lares. Eles não aguentavam de pé, estava sol e, como eram tantos, a fila estendia-se porta fora. Alguns vinham acompanhados de familiares para votarem por eles sem passarem pelo delegado de saúde. Começaram a insultar a mesa: que não tinham posto gente em termos, que só havia bicha naquela mesa, que eram uns incompetentes...
Valentim Loureiro concorrera para a Câmara e para a Ass. Municipal, mas não para as Juntas. E fez a campanha: “para votar no Valentim, vota no fim”. Chegavam à mesa e perguntavam: “Então para votar no Valentim são precisos três papéis?” Às vezes entregavam-nos apenas um, deixando os outros na cabine. Na fila, falavam uns para os outros: “Ó Zé, é para votar em todos no fim?” “É”. Conclusão: como no impresso das Juntas calhara ao BE estar nessa posição, este conseguiu um resultadão. No final, o PSD perdeu Juntas e maiorias. Em Rio Tinto, o BE elegeu dois, um foi para o executivo. Em Fânzeres, três membros eleitos pediram a demissão. Em Medas, não se conseguiu formar Junta... Não se fiem em mim, façam um estudo em Gondomar para conhecerem o país real.
Como nas autárquicas a polícia acompanha o presidente das mesas com os votos, eram 22 horas e ainda eu estava no local. Tive de os ditar por telefone. Por isso, que vá para as mesas quem defende QUATRO eleições simultâneas!

* * *

Se dúvidas eu tinha (sobre a simultaneidade ou não das autárquicas e das legislativas) e, na verdade, tinha, eclipsaram-se!

4 comentários:

Paulo Dias disse...

Sem tirar nem por uma vírgula, subscrevo na íntegra...

Tiago disse...

Sempre que tenho oportunidade ficou nas mesas de voto. já estive em todas as eleições e de longe as mais complicadas são a autárquicas. Se o nosso Presidente decidir que se deve fazer as mesmas mais as Legislativas estamos tramados pois além de terem dificuldade em ter pessoal nas mesas de voto, vão ter de fazer um elevado investimento no sistema informático que apoia as eleições pois segundo constam o mesmo não está preparado para gerir duas eleições no mesmo dia... Vamos poupar dinheiro??? Será???

Mei disse...

Ah pois é. Também já me calhou por muitas vezes essa tarefa. Que assumo com muito gosto mas... Claro que queremos ser cidadãos úteis e prestar um bom serviço mas assim não há condições. De facto só quem nunca esteve numa mesa de voto é que pode propor tamanha anormalidade.
Aqueles que não se escusam ao trabalho cívico em vez de ir para a praia, estão mesmo tramados. Desta feita, indo avante esta decisão, estão tramados a quadriplicar!

Paulo Dias disse...

Queriam ver se pegava! É esta a ideia que me ficou depois de perceber que poupar dinheiro, por um lado, gastar mais noutro, mas a ser muito generoso para a politca de verdade de uma certa senhora...

Pesquisar neste blogue